Monday, April 12, 2010

Bilhete a Avisar de Recado

Pombal, tarde de 9 de Abril de 2010



Amanhã se não estiveres deixo recado
ao lado da jarra com as flores azuis
vou àquele embora de que se não volta
sítio onde os amanhãs são todos hoje.


Não levo angústias nem desesperos no bornal
a hera verdenverniza a luz dos meus olhos
crepúsculos terás de t’aviar sozinha
ao lado azul da jarra com as flores.


Vou bem.

1 comment:

Joaquim Jorge Carvalho said...

Vou cometer um sacrilégio filhodaputa - variações sobre o teu magnífico recado.
Título: "Recado da mulher do poeta"
[Imagina, portanto, que a tua senhora se te antecipava e escrevia...]

Amanhã se eu não estiver deixa recado
ao lado da jarra com as flores azuis
vais talvez àquele embora sem regresso certo
sítio sem gramática para amanhãs.


Não leves angústias nem desesperos no bornal
a hera verdenverniza a luz de a vermos
crepúsculos terei de m’aviar sozinha
ao lado da murcha jarra de não estares.

Vais bem?

[Brincadeira sem exemplo. Abraço!]
JJC