Friday, March 05, 2010

Vinco Vincendo

©John Singer Sargent – As Filhas Boit (1882)



Souto, Casa, tarde de 5 de Março de 2010




E os séculos se viram como páginas
Para serem amarelos nos sonhos anónimos
E as vidas aparecem escumosas e brancas
E de águas imitando o rumor na noite


Visões há que penetram o mecanismo pensativo
Que percebem os autos-de-fé e os gladíolos
E as letras miudinhas dos contratos de seguros
E a medida velha e os gongorismos


Também há quem passe de pijama o melhor da vida
E distinga as gradações siderais do silêncio na louça
Em perfeita imunidade quanto aos rockfellers
E aos barbarismos stockmarketianos do costume


Neste papel inscrevo a lápis certas datas certos sítios
Por onde transitou o Fradinho António das Chagas
Tais como – Coimbra 2 de Janeiro de 1664 – Varatojo
24 de Março de 1679 – Abrantes 25 de Agosto de 1674


E esta noite uma vez mais não conhecerei a proporção
Entre as inúmeras estrelas e as já ardidas árvores
Como um ribeiro vertical serei corpo e nada mais
Circuncidada de sombras a Língua na boca


Essénios e anatólios e astronautas e incas
Bebedores do Nilo e pescadores do Mar Morto
E caçadores de cabeças e moldavos e escravos e atlantes
E Scott e Amundsen e Stanley e Livingstone


E os pintores e os músicos sofrem ora suas artes
Suas artes sofrem os pedreiros e os profetas
Ter sido escrito é quanto prometer posso à manhã
E a esta dobra de papel vincando dois milénios vincendos



No comments: