Saturday, March 27, 2010

O Gato no Hotel com Irena

Souto, Casa, 9 e 15-17 de Março de 2010


O patronímico vento faz de nosso pai pelos ares: diz o nome dele e o nosso.


Pela praceta que os deserdados herdam no Inverno, esse vento, essa moção sem comoção que dura os anos que dura até que a hora das contas soa.


Por todos os gatos serem O Gato, as mulheres deles incluídA.


Das igrejas regressa-se domingueiramente, só na montanha o Grande Sábado vinga.


Em casa, a essa hora a que se fica triste por nenhuma outra razão que a de estar vivo ao mesmo tempo que se pensa em nada.


Hotel Eva, em Faro, obra de não sei quem. Hotel Guadiana, obra do arquitecto Ernesto Korrodi, em Vila Real de Santo António.


Fácil de usar uns minutos ao domingo, como o Cristo, a vida.


Irena Sendler. Não recebeu o Nobel da Paz, ao contrário de Kissinger. Salvou umas 2500 vidas infantis do Gueto de Varsóvia. Agora, a vida salvou-a a ela deste mundo e desta imundície. Entre 15 de Fevereiro de 1910 e 12 de Maio de 2008.


A perfeição brutal da orca, o voo aquático dos pinguins, a estranha ergonomia dos leões-marinhos, o sossego frio das praias sem bola-nívea, cascalhos e gelos, machos e fêmeas e detritos e pardelas devorando as placentas usadas das leoas-marinhas.


Ross-on-Wye, Herefordshire.

No comments: