Wednesday, December 02, 2009

Engano



Pombal, tarde de 2 de Dezembro de 2009







Aos ossos do coração chega por vezes o frio das províncias.

Não é má ideia agasalhá-lo de vez em quando com um sobretudo, não o levar tanto a passear, permitir-lhe uma lareira, um bule de chá entre papéis frescos e flores secas.

Esta noite ele sonhou-me com cisnes poeirentos, com homens sujos dados a sevícias, com lagos de cimento, só cimento.

Também me sonhou uma ida ao cinema quando viver não era ainda isto, isto apenas, este engano de atribuir ossos ao coração.

No comments: