Friday, June 19, 2009

Rosário Breve nº 108 - O Ribatejo - www.oribatejo.pt

CSI BdP

Assisti pela TV à prestação do governador do Banco de Portugal ante a comissão parlamentar de inquérito à rebaldaria do BPN. Estava sozinho em casa. Era para ver um episódio do CSI Las Vegas, mas acabei por ficar no Constâncio. Geralmente, prefiro o CSI ou os Simpsons. Dessa vez, porém, fiquei no Constâncio. Também gosto do Crime Investigação Austrália e do Poder, Privilégio e Justiça, só que fiquei perante o Constâncio. Há alguns programas antigos do canal RTP Memória que também gosto de (re)ver, ainda no outro dia deu o Tó-Zé Brito. A questão é que fiquei com o Constâncio. No canal TCM também é fixe, os filmes não são legendados mas são porreiros. O Constâncio, não sei se é porreiro, tirando o ordenado de governador e as mordomias para ser ingénuo. CSI propriamente dito, há três: Las Vegas, Miami e Nova Iorque. Os chefes são: Grissom (Las Vegas), Horatio (Miami) e Mac Taylor (Nova Iorque). O chefe do Banco de Portugal é o Constâncio. O RTP Memória não tem dado o McGyver, que fazia de um limão, sei lá, uma bomba de carnaval. Mas a SIC Notícias deu o Constâncio, que de uma bomba de carnaval faz um BPN, por assim dizer. Coisa cá muito da minha preferência é o Dr. House, que anda ali à volta dos diagnósticos mais malucos até que acerta e salva o paciente. O Dr. Constâncio, nem por isso. Também gosto da série ER- Serviço de Urgência, porque os médicos e os enfermeiros, apesar de americanos, são muito humanos. O Constâncio também, mas menos por causa do Nuno Melo. O Canal História antigamente era melhor, mas ainda se aproveita alguma coisa de vez em quando. O Constâncio, nem tanto. Tenho muita pena que o Nuno Melo se vá embora para Bruxelas porque sim. O Constâncio fica. O Constâncio está para o Banco de Portugal como, digamos, o Nicolau Breyner está para o cinema português: era melhor lá não estar, mas está sempre. Não foi só o Tó-Zé Brito que foi à RTP Memória, o Carlos Mendes também foi. E o António Calvário também. Não há maneira é de vermos o Constâncio só na RTP Memória. Ou no CSI, a contas com o Grissom, o Horatio ou o Mac.

3 comments:

Rui said...

Eu, o que acho, e também vi o episódio em que entrou o Constâncio, é que acho mal que o episódio não fosse legendado.

Manuel da Mata said...

O Nuno Melo faz bem aquele número, mas porque lhe convém. É puro oportunismo.
Deixa estar o Constâncio, que o BdeP, o BPN, o BPP e os outros, andam todos ligados.
Vou-te segredar uma coisa: isto um dia vai mudar, só não sei quando.
E por favor não me chames crente. Gostei do teu texto.
Amanhã dormirei em Strasbourg. Fica bem e dá um beijo à Sandra.

xana said...

Que ritmo e humor! A análise da programação da 2 está lá toda, mas em alternativa só temos novelas e brasileiras porque as portuguesas, (é que o constâncio é mau actor) são de pouca qualidade.

Eu acho que o problema é que ainda ninguém viu com olhos de "ber" (como se diz por estas bandas) o constâncio!

Ahhh e por acaso até sei que constâncio devia ser com letra maiúscula e tal, ,mas o respeito é ao nível da altura do individuo, como ele até nem é grande coisa... pelo menos em estatura e postura, fica a homenagem.