Sunday, June 08, 2008

A minha Irmã compôs este fado tendo ido a Lisboa ver a Filha

Ai esta luz de Lisboa
Que me inunda e me desnuda
E estranhamente me acalma
Luz d'aguarela e de sal
Onde me tropeça a alma.

Ai esta luz de Lisboa
Que me inunda
E me desnuda
Num longo abraço lilás
Luz que vira poesia
Ao som que o vento lhe traz.

No comments: