Wednesday, June 21, 2006

Que É Feito

Vejo daqui a calma das aves
garantido o pão de cada dia
volatizando curvas suaves
sobre céu tinto de malvasia

Daqui vejo o antigo homem
pantufas de pano canelas magras
arroios e córregos e azinhagas
viagem finita ter sido jovem

Colchas à janela a banda passou
ao longe se sente ainda tocar
às vezes até eu sinto que sou
mais que homem modo de olhar

Vejo o crocante gafanhoto
um jardim eu vejo e tão bem tratado
guardado p'lo cão chamado Piloto
da casa amarela aqui mesmo ao lado

Cola de cuspo as coisas a paz
ascensora serra urzando o nariz
o sono da gata parece que faz
um homem olhando sentir-se feliz

Amanhã eu não sei
Sei hoje entretanto
Basta p'ra ser rei
Meia c'roa se tanto

Mesmo deitado ergue de pé
erecto amor rijo molhado
olhado parece o amor que é
o dia mais novo à noite roubado

Dando para exemplo
que é isto escrever
é dar fundo de tarde ao tempo
estand'a manhã 'ind'a ser

Dar nome Piloto a um cão
que não existe nem ladra
uma colcha à janela em dia de v'rão
pode ser a morte a menina não abra

Já passou a filarmónica
leva saudades de mim
quero limão e água tónica
mais um suspiro de gin

Quando outra vez enlouquecer
e disser que a gata dorme
vem caladinha comigo ver
a breve vida a serra enorme

Daquele lado como branqueja
o casario todo inclinado
a torrezita da igreja
parece um giz muito aprumado

Meu Pai o senhor queira conhecer
qu'é feito do filho da vida enfim
diz que foi ali'ó café'screver
coisas que não são mas são mesm'assim

É vermelho às vezes o arvoredo
rubrica rubis alberga o temor
opala-se nele precioso medo
safira se fira se perca fulgor

Oh eu sei conheço eu sei
pantufas de pano aqui sossegado
mais meia c'roa só para ser rei
do reino ao fim tão despovoado

Dorme a gata ladra o cão
Passa a banda irrompe a flor
queira conhecer o senhor
versos da imaginação

Assim se cumpre a manhã
prometo logo ao fim do dia
rever a calma pura e sã
de aves no céu cor da malvasia.



Caramulo, manhã de 21 de Junho de 2006

3 comments:

mao morto said...

Então até amanhã à noite (no bar das toalhas vermelhas).

por ti mor said...

Mundial 2006
Austália, 4 (galões)
Timor Leste, 1 (galão, de Xanana)

daniel abrunheiro said...

eu sinceramente de galões percebo pouco.